quarta-feira, junho 19

COMISSÃO DE FORMATURA (homenageados), Eduardo Berger

3
377

Dr Gabriel Wolf Oselka – Paraninfo da 52ª turma da FMUSP – 1969

Rolava o ano de 1968, certamente um dos mais significativos de minha vida e, certamente, o melhor de meu período universitário!
Fui, naquele ano, diretor do SHOW MEDICINA, presidente da comissão de formatura e “team leader” da viagem a Europa, na companhia de minha turma amada; recebi indicações para a candidatura à presidência do CAOC (declinei por pressão familiar e o CAOC ganhou com isso… o Franklin estava muito mais bem preparado do que eu).

E 68 foi, também, “o ano que não acabou”!
Por isso continua a minha alegria até HOJE!!

Como presidente da comissão, com a inestimável colaboração do inesquecível e pranteado Mantelmacher, procedemos, naquele então, à escolha de paraninfo e homenageados para a formatura da gloriosa 52ª. Os colegas iam indicando seus professores prediletos e a gente ia computando os votos. Decidiu-se que todos os indicados seriam homenageados, e o mais votado, o Paraninfo.

Ficou assim: dezessete indicados, abaixo em ordem alfabética, com os títulos que tinham à época.
Prof. Cat. Aderbal Pinheiro Machado Tolosa
Prof. Cat. Alberto Carvalho da Silva
Dr. Anderson Fernandes Dias
Dr. Antonino dos Santos Rocha
Prof. Doc. Antonio Frederico Branco Lefévre
Prof. Assoc. Bernardino Tranchesi
Prof. Cat. Carlos da Silva Lacaz
Prof. Cat. Eduardo Marcondes
Dr. Gabriel Wolf Oselka
Prof. Cat. Guilherme Rodrigues da Silva
Prof. Doc. Hans Wolfgang Halbe
Prof. Doc. João Delfino Michaelson Bernardo de Alvarenga Rossi
Prof. Assoc. Leonidas de Mello Deane
Prof. Cat. Luiz Venére Decourt
Dr. Samuel Kopersztych
Dr Urbano Pasini
Prof. Doc. Waldomiro de Paula

A tendência de vitória tendia para o Professor Marcondes – paraninfo de diversas turmas anteriores e mestre muito querido – seria uma boa escolha. Porém, muito próximo a ele em votos, praticamente num “empate técnico”, estava um jovem assistente seu, pediatra como ele, e que teve enorme importância em nossa formação. Era ele o Gabriel Wolf Oselka, da turma de 1965 (48ª), formado apenas quatro anos antes de nós… Um escândalo se fosse escolhido paraninfo! Aí, confesso, por ter sido ele o escolhido, tanto do Mantelmacher como meu, fizemos valer “as délicias du puderr” e, por conhecermos os votos e os votantes (não eram secretos…), fomos ao “pé do ouvido de dois ou três chegados” e esses, devidamente cabalados, alteraram sua “opção Marcondes, por Oselka”… Vitória!

Na sequencia um fato muito curioso, do qual minha única testemunha é o próprio paraninfo; fui ao HC, mais precisamente à 4038, enfermaria do Oselka, à tarde, ninguém presente. Levava um envelope com um timbre solene – “Fundo Científico-Cultural dos Alunos da FMUSP” – dentro do qual um oficio, assinado por mim e pelo Mantelmacher: “blá, blá, blá… convidado a participar da formatura da 52ª turma na qualidade de PARANINFO”. Entrego. Oselka abre, lê. Fica branco, começa a suar, senta e pergunta com voz trêmula: “Porque vocês fizeram isso comigo?! Só pode ser gozação!” Eu confirmei que era tudo sério e ele, nitidamente preocupado, comentou que temia ser perseguido em sua clínica, que o “velho” professor e os assistentes mais antigos iriam execrá-lo, etc. Todos conhecem a sequencia dos fatos – o Gabriel foi glorificado pela Pediatria e por toda a Faculdade, desabrochou para a celebridade, foi escolhido paraninfo de diversas turmas posteriores, foi Presidente do CREMESP e do Conselho Federal, enfim, acho que nossa turma deu uma empurradinha na carreira desse notável colega. O certo é nossa eterna gratidão pelo ensinamento que dele recebemos; marcou, indelevelmente, nossas vidas!

Outra curiosidade: o Gabriel era um ilustre desconhecido para os órgãos diretivos da Faculdade e, àquela época, a repressão corria a solta – a primeira coisa que ouvi do Dante Nese, foi “quem é esse comunista”? KKKK! Ocorre, é claro, que a “ficha” do nosso já Paraninfo, era imaculada e nada se poderia fazer contra sua indicação.

Não me recordo, ou nunca soube, como foram as entregas dos convites aos demais homenageados, a menos o do Professor Eduardo Marcondes; esse fui eu também o mensageiro, quando agradeci muito pelos conhecimentos adquiridos, tanto no excelente curso do quinto ano, quanto no estágio no internato, recém encerrado. Disse ainda que, apesar de estar decidido pela cirurgia, desde os primeiros anos do curso médico, havia me apaixonado pela pediatria, ficando até na dúvida quanto à especialidade escolhida. Para minha surpresa ele me disse: ”Olha moço, não se sinta um inseguro por esta dúvida, eu mesmo cheguei a pensar em ser cirurgião”! E tornou-se um dos mais respeitados pediatras da história da medicina!

ABAIXO OS 16 HOMENAGEADOS + O DIRETOR E O SECRETÁRIO

3 comments

  1. Gabriel W Oselka 22 março, 2018 at 23:01 Responder

    Só hoje li esse comentário do Eduardo Berger.
    Fico feliz pelo conteúdo e, também, por uma convergência de interpretação: eu tinha mandado uma mensagem pra ele, pelo aniversario, na qual dizia (mais ou menos literalmente):
    ”Você e a turma de 1969 são um marco importante na minha historia de vida. Tenho a certeza que muito do que me aconteceu depois, começou com a ousadia de vocês me escolherem paraninfo. Sou extremamente grato a todos, particularmente a você”.
    Sou mesmo! E fazer parte desse grupo é uma grande satisfação. (Gabriel Oselka – out/2018)

  2. Ivan de Melo Araujo 5 janeiro, 2020 at 08:40 Responder

    Prezado Berger, é o Ivan da 55a. Turma. Veio à lembrança o Urbano Pasini, que tanto admirava como clínico e cardiologista, uma objetividade de raciocínio superior, incompatível, creio, com a obscuridade de dados pessoais que tento achar na internet. Caso vctenha informações do Urbano, agradeço se puder-me enviar.
    Grande abraço do
    Ivan
    Nefrologista
    Marilia- SP

    • EDUARDO BERGER 8 janeiro, 2020 at 11:15 Responder

      Prezado Ivan
      O Urbano era mesmo admirável – um educador nato, além de ser excelente profissional. Foi nosso homenageado na formatura, vc sabe. Faleceu há uns 12 anos e eu não tive nenhum contato com ele durante sua vida profissional
      Forte abraço

Leave a reply