terça-feira, junho 25

DE BEM COM O ANJO DA GUARDA, Decio R Kerr de Oliveira

0
94
Conto um causo que aconteceu num dos meus plantões do PSORL…
O motorista de táxi pegou dois passageiros a noite, disseram que queriam ir para um bairro periférico. As margens de um matagal anunciaram o assalto e mandaram parar. Levaram o motorista pro mato pra executá-lo e um deles deu um tiro no rosto do infeliz. A bala entrou por uma bochecha e saiu pela outra sem lesar outras estruturas. O motorista caiu, se fingiu de morto ainda ouviu o comparsa do assaltante sugerir mais um tiro e ele respondeu que não precisava gastar mais bala.
Depois de alguns minutos o motorista levantou e foi pra estrada pedir socorro. Pediu ajuda para o primeiro carro que vinha no meio da escuridão e quando os passageiros desceram, a surpresa: era o seu carro que estava voltando. Voltou correndo pro meio do mato ainda ouvindo uns tiros e só parou quando chegou numa estradinha paralela e foi levado em segurança ao HC.
Estava de bem com seu Anjo da Guarda.

Leave a reply