quarta-feira, junho 19

SOPA DE OSSO, por Pedro Takanori Sakane

7
428

Pois é… Com certeza, todos nós temos estórias de vida real. Afinal, são mais de 50 anos que estamos na estrada (muitos de nós demos plantão quando acadêmico, na Casa Maternal, Maternidade São Paulo, pronto-socorros da vida). O que não temos, talvez, é a veia de literato. Mas vou contar uma causo que aconteceu comigo.

Estava eu de plantão na Santa Casa de Suzano (lembram-se Egashira, Praxedes, Watanabe e outros?), recém R1 de pediatria, com receitas de vitaminas e de sopinhas na cabeça, tendo aulas de nutrição, achando que deixaria todas crianças saudáveis.

Chegou uma mãe com uma criança desnutrida, com uma doença qualquer, aproveitei para falar da importância de nutrição na primeira infância. “-Ah doutor, não temos dinheiro para comparar comida em casa, não”, dissera a mãe. E eu, todo solícito, perguntei: -“tem quintal na sua casa?”  Naquela época, no interior, todo mundo tinha um quintalzinho em casa. -“Tenho sim, senhor” – respondeu a mãe. “Então – eu disse – porque não planta uns pés de mandioca e cria galinhas? E, também, pode ir num açougue, pedir um  osso de boi e fazer uma bela sopa”. Naquela época, açougues do interior vendiam bem barato os ossos e até chegavam a dar. De repente, a mãe se levanta e vem na minha direção, berrando” -“osso? Está chamando o meu filho de cachorro? Cachorro é a sua…”

Fiquei acuado num canto de sala e, se não fossem as enfermeiras que vieram me socorrer, provavelmente teria apanhado. Depois disso, eu me limitei a prescrever novalgina, benzetacil, quemicetina e CaCO3 por muito tempo.

7 comments

  1. ROSANA 23 junho, 2021 at 23:29 Responder

    Precisamos de médicos assim!
    Dr Pedro Takanori, o melhor pediatra!
    Ignorantes pensam que médico bom é aquele que prescreve remédio.
    Médico capacitado é o medico que sabe que a saúde começa pela boca!

  2. Décio Kerr Oliveira 5 julho, 2021 at 14:55 Responder

    Plagiando a Alzira no seu comentário de 2018 até que iria muito bem uma Sopa de Ossos com o frio que está fazendo.

  3. Eduardo Verani 11 outubro, 2022 at 12:04 Responder

    Grande Taka, fez-me lembrar das sopas de osso buco que minha avó fazia.
    Deixava-nos, depois de tomarmos a sopa, comer o “tutano” retirado com uma colherinha, o que nos dava um prazer enorme.
    Na verdade, desde crianças já conhecíamos o transplante, via oral, de medula óssea!

Leave a reply